quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Mario Segadilha domina a etapa de Silvertone no GT3

Ocorreu em Silverstone, na última segunda-feira (19), a terceira etapa do campeonato 'GT3 Challenge'. Assim o campeonato chega em sua metade com uma palavra que parece definir tudo: DISPUTADO! Não há favoritismo e o lastro dificulta a vida de quem está no topo da tabela.

Dessa forma, os pilotos que estão sem lastro conseguem uma vantagem para se destacar nas corridas. E foi isso que Mario Segadilha fez, aproveitou que ainda estava sem lastro e não deu chances aos adversários com sua Lamborghini Huracan.

Durante o Warmup, Brian Fritsch é quem demonstrava favoritismo pela sequencia de voltas rápidas, seguido por Wesley Justino e Emerson Silva. Enquanto isso, Mario Segadilha parecia esconder o jogo ao terminar a sessão apenas na 5ª posição.

No entanto, na qualificação, Mario Segadilha dominou praticamente a sessão inteira, figurando sempre na primeira posição até o encerramento na pole com o tempo de 2:00.163. Brian Fritsch ficou em segundo com o tempo de 2:00.591 e Wesley Justino em terceiro com o tempo de 2:01.142.

Na corrida, Mario fez boa largada e demonstrou tranquilidade e ritmo forte durante toda a prova. Saiu da liderança apenas quando fez sua parada, mas conseguiu recuperar sua posição quando os demais adversários pararam, além de protagonizar disputas diretas na pista com pilotos que ainda não haviam parado e, assim, cruzou a linha de chegada para assumir o lugar mais alto do pódio.

Wesley Justino fez uma excelente corrida e assumiu a segunda colocação na segunda metade da corrida e, assim como Mario, perdeu a posição quando parou, mas graças a seu bom ritmo durante toda a prova, conseguiu se segurar na segunda posição, principalmente no final recebendo pressão de Randal Rodrigues nas últimas voltas. Randal, aliás, fez uma excelente prova ao largar na 8ª posição e andar forte o tempo todo, conquistando posições uma a uma, dividindo a pista palmo-a-palmo, o que lhe rendeu o pódio merecido, sem dúvida.

A próxima etapa será no circuito italiano de Monza e ocorrerá no dia 05 de Março. Abaixo você confere as tabelas de resultado, o VT da corrida, algumas fotos e a classificação do campeonato.
















_______________________________



____________________

RESULTADOS DE PEDIDOS DE ANÁLISES
Publicado em 23/02/2018 às 14:18

1. Lucas Araújo atingiu o carro de Paulo Toledo numa tentativa de ultrapassagem, fazendo-o rodar (Corrida, última volta). Resultado da análise: Sem punição (ver item 5).

2. Bernardo Petrucci voltou lento para o traçado de corrida de maneira imprudente, o que poderia ter causado um acidente com Paulo Toledo que vinha rápido na pista (Corrida, 6:34). Resultado da análise: Advertência ao piloto, para ter atenção ao retornar à pista de forma a não oferecer risco a quem vem na pista.

3. Emerson Silva, após um pequeno toque no carro de Charles Binsfeld, mantem o carro na parte de dentro da curva, forçando Charles a ir para a grama, o que faz ele perder o controle do carro e provocar outro acidente (Corrida, 14:33 - Volta 7). Resultado da análise: Acidente de corrida, sem punição.

4. Carlos Gomes acerta o carro de Marcelo Castro por trás durante a frenagem após ser ultrapassado (Corrida, 37:00, volta 18, curva 3). Resultado da análise: Sem punição, pois Marcelo também foi responsável pelo toque ao mergulhar tarde demais na curva.

5. Paulo Toledo faz a tangência da curva e é atingido pelo carro de Lucas Araújo que vinha ao seu lado tentando ultrapassá-lo (Corrida, última volta, mesmo fato do item 1). Resultado da análise: Advertência a Paulo Toledo, pois observou-se que Lucas estava com metade do carro ao lado fez a tangencia fechada. O acidente poderia ter sido evitado caso o espaço ocupado por Lucas tivesse sido respeitado.

6. Carlos Gomes abre a curva dando dois toques em Lucas Araújo, o empurrando pra fora da pista na útlima curva (Corrida, última volta). Resultado da análise: Punição de 5 pontos ao piloto Carlos Gomes.

7. Tony Gleibson bate na traseira do carro de Lucas Araújo enquanto contornavam a curva, mas devolve a posição pouco à frente. (Corrida, 41:00). Resultado da análise: Sem punição, pois o Lucas fechou a tangencia, contribuindo para o toque.

8. Luiz Zani toca lateralmente no carro de Jocemar Ramos enquanto ambos contornavam a curva, fazendo-o escapar para fora da pista (Corrida, Largada, T1). Resultado da análise: Acidente de corrida, ambos pilotos foram responsáveis pelo acidente e poderia ter sido evitado, ainda mais tratando-se de largada, onde os pilotos devem ter cuidado redobrado.

9. Andrew Constantino corta irregularmente a linha de saída dos boxes e freiou um pouco cedo e forte na curva seguinte, provocando acidente com Jocemar Ramos, que devolveu a posição na curva seguinte (Corrida, 33min22s). Resultado da análise: Sem punição, ambos pilotos foram responsáveis pelo acidente e o corte da linha de saída do pit não teve relação alguma com o ocorrido.

10. Andrew Constantino vira bruscamente o volante durante a frenagem, antes da tangência, batendo no carro de Jocemar Ramos, onde ambos foram jogados para fora da pista (Corrida, 37min15s). Resultado da análise: Andrew Constantino está desclassificado do campeonato pela atitude anti-desportiva que executou em pista, relatada neste pedido. E devido a atitude inapropriada de reclamar da decisão da administração sobre um pedido feito na 2ª etapa e sua falta de respeito com qual se dirigiu a Eduardo Silva na conversa, Andrew Constantino está banido da liga, proibido de participar de qualquer evento promovido pela liga.

Notas importantes:

- Cada pedido foi analisado por 3 integrantes de equipes sem ligações às equipes do reclamante e reclamado. A decisão se dá pelo parecer unânime ou de pelo menos 2 integrantes. Não haverá recurso, reanálise. Por favor, respeitem! Não procure a administração para reclamar das decisões tomadas.

- Pedidos feitos por solicitantes que não enviaram vídeo foram ignorados. Para a análise ser feita, é necessário enviar 2 vídeos para cada pedido, por e-mail ou diretamente ao administrador da liga pelo Whats App.

- Pedidos que não cumpriram as regras de serem enviados um a um, com todos os dados preenchidos e com seus vídeos gerados de forma independente também foram ignorados.

- Vídeos no Youtube são aceitos, mas assim como cada fato deve ser solicitado individualmente, cada vídeo deve tratar de apenas um fato como determina a regra (2 vídeos para cada pedido).

- A H2O Race Challenge lamenta tantos fatos pedidos para serem analisados em uma única corrida. Como previsto nas regras, nosso intuito ao punir é de que os pilotos corrijam sua conduta em pista para que situações como essa sejam evitadas. Lamenta mais ainda o fato de banir um piloto por sua má-conduta dentro e fora das pistas, o que certamente prejudicará sua equipe. Por isso, reforçamos nosso pedido que se respeitem na pista para que este procedimento tão desagradável não precise ser realizado. Por outro lado, continuaremos nosso trabalho de retirar da liga pilotos que só reclamam, não respeitam, não agregam, não conhecem as regras como se deveria.

Assuntos relacionados