quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

H2O obtém excelente resultado em 4Fun de Fórmula Classic

4Fun da Dinos do AV com carros da Fórmula Classic.
No último dia 5, a H2O Motorsports compareceu a mais um 4Fun promovido pelo grupo Dinossauros do AV, desta vez usando o simulador Game Stock Car 2012, com os carros da Fórmula Classic.

Este foi o primeiro 4Fun de 2013 para este tipo de carro. O evento aconteceu nas pistas de Mid-Ohio e Spa-Francorchamps e contou com a presença de 15 pilotos.

Pela equipe H2O, estiveram presentes os pilotos Guido Seelig, Cil Bany, Robson Vieira e Alexandre Oliveira. Robson Vieira teve problemas técnicos durante o warm-up que o impediu de participar das corridas, apesar de mostrar durante os treinos que estava buscando um bom resultado.

A 1ª bateria foi disputada na pista de Mid-Ohio, pista que mostrou várias disputas do início ao fim. Guido Seelig liderou a prova por algum tempo, com sua Ferrari, mas Gabriel Bechtold (o vencedor) não facilitou as coisas para ele. Assim mesmo, Guido subiu ao pódio novamente e faturou a 2ª posição.

Cil Bany, que largou em 4º lugar, fez um ótima largada e conseguiu administrar o 3º lugar por toda a prova com sua Minardi-Ferrari. "A pressão pela disputa com Igor Perez foi grande, mas consegui manter a concentração", comentou Cil Bany. O piloto fez seu primeiro pódio no Dinos do AV, fato muito comemorado pelo piloto e equipe.

Alexandre Oliveira, que largou no fim do grid com sua Ligier-Lamborghini, fez uma corrida de recuperação e terminou em 5º lugar.

A 2ª bateria foi a prova mais esperada por todos, realizada na pista de Spa-Francorchamps. Por pouco, Alexandre Oliveira quase não participou por problemas em seu simulador, mas a organização preferiu esperar e tudo foi resolvido a tempo. Mas, com isso, o piloto não teve tempo de fazer volta no qualify e largou em último lugar.

Guido e Bany registraram os seus respectivos recordes na pista, virando na casa de 1:56s. Porém, os dois pilotos da McLaren foram surpreendentemente rápidos e levaram seus carros à primeira fila, lembrando os tempos de disputas entre Prost e Senna. Tanto que alguams voltas depois, os dois pilotos se chocaram na T1 e favoreceram para que Cil Bany retomasse a ponta e liderasse a corrida por várias voltas.

Guido teve problemas com a sua embreagem e, por isso, queimou a largada, fazendo-o abandonar logo em seguida.

A equipe estava numa expectativa muito boa de levar outros dois lugares do pódio, pois foi feito um trabalho intenso de preparação durante os dias de treino, o que levaram os pilotos a serem os favoritos.

Faltando poucas voltas para o final, Cil Bany cometeu um deslize na temida Eau-Rouge, que o fez perder a liderança da corrida, para o sempre veloz Gabriel Bechtold com sua McLaren-Honda nº 12.

Assim, Cil Bany terminou a bateria em 2º lugar muito comemorado pelo piloto - "treinei muito para ser veloz e estar no pódio e levar a Minardi ao 2º posto foi algo extraordinário", que foi o destaque da corrida pela manobra que realizou ainda na 1º volta ao ultrapassar dois carros na mesma manobra pulando para a 1ª posição.

Alexandre Oliveira, que vinha na 5ª posição, acabou rodando na última volta e terminou em 7º lugar, aprovando a experiência.

Confira algumas fotos das duas baterias.
No destaque a Ferrari de Guido Seelig e logo atrás a Minardi de Cil Bany, na largada de Mid-Ohio.



Guido tomou a ponto na T2 e disputou intensamente pelo 1º lugar.


Ao todo 14 pilotos estiveram na sinuosa e difícil pista de Mid-Ohio.

Cil Bany se defendendo do ataque de Igor Perez pelo 3º lugar.
Alexandre Oliveira em sua Ligier-Lamborghini.

A pista de Spa foi a mais esperada por todos os pilotos.

Os carros entrando na temida Eua-Rouge, durante a primeira volta.



O destaque da corrida foi feita por Cil Bany, que pulou da 3ª para a 1ª posição na mesma manobra.

Mas, defender a liderança por várias voltas foi o grande desafio para o piloto.

O traçado requer muita concentração por parte dos pilotos.

Cil Bany recuperou a liderança pelo incidente causado pelas McLarens.

Cil Bany perdeu novamente a liderança ao errar na Eau-Rouge, terminando a prova em 2º lugar.

Translate