terça-feira, 18 de outubro de 2011

MATHEUS FUTSUKI - CAMPEÃO DA COPA XFR GT2 GRIDLFS

Com o resultado obtido neste Domingo (16), Matheus Futsuki conquistou o título da Copa XFR 2011, promovido pela GridLFS.

O triunfo do "japonês voador" se deu após inúmeros adiamentos da 2ª bateria da 6ª etapa, em Blackwood GP, finalizando em 2º lugar nesta etapa. O vencedor desta etapa foi outro piloto da H2O MotorSports, Cil Bany Borges.

O início desta 2ª bateria foi complicado para o campeão: "Fiquei frustrado com os servidores da Grid, sem estabilidade e o último servidor, que foi emprestado, estava com muito lag para mim. Algo que tinha dito e que aconteceu foi que depois de todas aquelas largadas 'falsas', nas quais eu larguei muito bem, não repeti a mesma largada quando estava valendo. Mas, depois do primeiro pit stop, sozinho na pista, consegui alcançar os líderes e administrar a minha corrida com tranqüilidade, já que o meu adversário direto (Guido Seelig) havia abandonado a prova" - disse Futsuki em entrevista após a prova.


O terceiro lugar no grid também foi ocupado por um piloto da H2O, Amir Moss, repetindo a trinca da equipe nesta etapa.

A H2O emplacou a sua supremacia, em Blackwood GP, conquistando os três primeiros lugares na qualificação, na 1ª bateria e na 2ª bateria. A performance foi digna de reconhecimento dos adversários, já que essa pista é a casa da equipe, onde todos os seus pilotos começaram as suas primeiras disputas ainda como piloto-demo e onde a equipe mentém até hoje uma sede para corridas de teste.

Com base na classificação geral, os pilotos Futsuki e Cil Bany, conseguiram a ascensão para a categoria GT1, por obterem o 1º e 3º lugares respectivamente.

"Estou saindo deste campeonato muito feliz. Fui presenteado com uma licença S2 por minha performance em pista, conseguindo chegar em 3º lugar na classificação geral. Conquistei acesso ao GT1, em meio a excelentes pilotos, algo que também é muito bom" - afirmou o piloto Cil Bany. O piloto, que era demo, foi convidado a participar desta copa usando uma licença emprestada, pela boas performances apresentadas em competições demo anteriores.

O terceiro piloto da equipe, Amir Moss, foi o que mais sofreu neste campeonato. Mesmo com resultados mais discretos, mostrou muita velocidade em diversas pistas. O piloto foi envolvido em acidentes e incidentes, em todas as etapas, que comprometeram a sua pontuação. Mas, a sua contribuição para a equipe foi essencial para o sucesso de todos.

"Demos muitas risadas e conversamos muito enquanto não estávamos na pista. O campeonato nos permitiu conhecer um pouco mais um ao outro, em questões pessoais e profissionais e à toa também" - revela Cil Bany. "Por isso, eu considero que a conquista (da licença S2 e da ascensão a GT1) não é minha, e sim da equipe, pois eles me ajudaram muito" - afirmou.

A equipe também agradeceu ao empenho e participação do piloto Arthur Soares, que teve que se ausentar nas duas últimas etapas.

A H2O||MotorSports parabeniza seu piloto Matheus Futsuki pelo empenho, dedicação e comprometimento que resultaram nesta grande vitória. Também parabeniza os pilotos Cil Bany Borges e Amir Moss pelo empenho e contribuição como equipe a este campeonato.

Translate